Pesquisas realizadas pela Associação Brasileira de Franchising revelam que os investimentos em contratos de franquia no Brasil obtiveram um aumento expressivo de 8,4% nos últimos tempos. Isso, com razão. As margens de lucratividade desse tipo de negócio demonstram alcançar patamares surpreendentes, desde que a gestão de franquia seja realizada com precisão.

Afinal, o sucesso das filiais está, indiscutivelmente, relacionado ao modo como as tarefas de rotina são coordenadas, como o apoio pedagógico fornecido a cada aluno. Contudo, esses cuidados podem tornar-se mais complicados quando os franqueadores exigem de seus franqueados linguísticos conhecimentos aprofundados de gerenciamento, sem qualquer amparo técnico.

Se você procura meios de como realizar uma gestão de franquia de idiomas com eficiência, então, continue lendo este post!

1. Procure conhecer o mercado de idiomas

Não é preciso ser um especialista em economia ou administração para entender quais as reais demandas existentes no mercado voltado para o ensino de idiomas. Mas antes mesmo de iniciar as pesquisas sobre quais são as melhores franqueadoras linguísticas disponíveis, é fundamental que sejam aferidas algumas variáveis. 

Assim, por exemplo, no segmento educacional, a compreensão sobre (1) quais as metodologias mais eficientes para a aprendizagem, (2) os perfis de alunos que mais demandam o ensino da língua inglesa, (3) as reais possibilidades de investidores parceiros e (4) a precificação regional praticada pela concorrência é um aspecto interessante de avaliação em um primeiro momento.

2. Defina um plano de negócios para a escola

Identificadas as nuances gerais e específicas da área de idiomas, agora, faz-se necessário elaborar quais serão os objetivos e metas em curto, médio e longo prazo a serem alcançados pela franquia.

Para isso, o planejamento estratégico deve começar pela elaboração de um plano de negócio sistêmico e adequado, traçando-se, com riqueza de detalhes, todas as etapas necessárias de divulgação do ensino e retenção de alunos para que os resultados sejam tangíveis.

3. Avalie problemas na metodologia de ensino

Resultados insatisfatórios, como dificuldades na aprendizagem por alguns estudantes, são bastante comuns. No entanto, isso não significa que esses problemas devam ser deixados de lado pelos franqueados. Pelo contrário! 

Desafios do gênero são, na verdade, excelentes oportunidades de reestruturação das táticas de ensino que, caso bem executadas, podem até superar os resultados inicialmente estabelecidos no plano de negócios.

Para isso, o número de retenção e captação de novos estudantes a cada semestre e a desenvoltura na conversação do idioma são bons sinalizadores que facilitam a análise e a identificação de soluções metódicas mais certeiras para cada turma de alunos. 

4. Padronize indicadores de desempenho 

Ainda sobre a identificação de problemas e a aplicação de oportunidades, a padronização de métricas também auxilia no bom desempenho das franquias de idiomas, visto que está diretamente relacionada ao retorno financeiro das escolas. 

Por isso, indicadores, como evasão de estudantes e tempo médio de avanço no nível de aprendizagem, são ótimas ferramentas para a obtenção de índices mensuráveis e comparáveis da franquia, viabilizando a redefinição de metas de sucesso dos alunos, por exemplo.  

5. Busque por uma franqueadora que facilite a gestão de franquia

A maioria das franqueadoras requer, de seus franqueados, um conhecimento mais técnico sobre a gestão da franquia. Isso ocorre porque, em muitos casos, após a celebração dos contratos de franchising, os contratantes recebem muito pouco ou nenhum apoio para a administração operacional, administrativa e de vendas de suas escolas.

Todavia, essas operações gerenciais podem vir a exigir muito tempo dos franqueados no dia a dia. Por esse motivo, embora poucas, existem, sim, no mercado, algumas franqueadoras que oferecem todo o suporte necessário. Isso para que os franqueados consigam focar mais no ensino pedagógico e nas dificuldades, porventura, levantadas pelos alunos. 

Dessa forma, os riscos de insucesso das franquias linguísticas são minimizados consideravelmente, desde que algumas medidas sejam adotadas, como a definição de um plano de negócios e a celebração de um contrato de franquia com uma franqueadora que ofereça todo o amparo gerencial.

Agora, se você está à procura de uma franqueadora linguística de renome no mercado, que possa ajudá-lo com a gestão de franquia, entre em contato conosco. O sucesso de suas aulas pode estar a um clique!