Você quer começar a aprender inglês, mas está muito preocupado com sua pronúncia? Já está estudando o idioma, mas ainda se sente inseguro na hora de conversar? Pois saiba que você não está sozinho: a conversação em inglês é um dos maiores desafios da maioria dos estudantes da língua.

Pensando nisso, no post de hoje, selecionamos 5 dicas práticas e muito fáceis de serem incluídas em sua rotina. Com o auxílio destas estratégias, você conseguirá aprimorar suas habilidades e tornar-se mais confiante com sua conversação em inglês e, assim, realmente caminhar rumo ao domínio do idioma. Continue a leitura!

1. Procure cursos especializados

A dificuldade dos estudantes brasileiros com a conversação em inglês é algo bastante perceptível para as escolas do idioma. Com isso, muitas desenvolveram cursos voltados especificamente para a conversação, fugindo do modelo tradicional da sala de aula, com materiais didáticos e provas.

Portanto, essa é uma excelente opção tanto para quem quer estudar inglês apenas com foco na conversação, quanto para alunos matriculados em cursos regulares que desejam aprimorar essa habilidade do idioma.

2. Pratique com seus amigos

Você tem amigos que também gostariam de melhorar o inglês, mas sentem-se travados pela conversação? Então, que tal praticar com eles? Através dessa forma divertida e dinâmica de aprendizado, vocês motivarão uns aos outros, passarão bons momentos juntos e, ainda, irão aprender e melhorar muito a conversação em inglês.

Para que a estratégia seja realmente produtiva, é interessante marcar as reuniões de conversação com frequência, dia e hora determinados. Assim, vocês firmarão um compromisso e terão mais motivação para não faltar aos encontros. Outra ideia bacana é, ao final de cada reunião, combinar um ou mais tópicos para serem discutidos da próxima vez.

3. Aprenda gírias e dialetos locais

De muitas maneiras, o inglês falado pelos nativos em seu dia a dia se difere do idioma encontrado em gramáticas e livros didáticos. Portanto, para você realmente dominar a conversação em inglês, é importante saber se comunicar com quem vive a língua — e isso significa conhecer as gírias e dialetos de cada país.

É claro que ninguém domina todas as variações no idioma de determinada localização. Entretanto, formando pelo menos uma boa base, você conseguirá compreender o vocabulário inédito mais facilmente. Para fazer isso, você deverá buscar áudios, palestras, entrevistas e textos escritos por nativos e, assim, familiarizar-se com a maneira com que eles constroem frases, utilizam gírias e se comunicam em inglês.

4. Assista a filmes e séries

Quem sabe inglês tem a oportunidade de formar uma conexão muito maior com a arte produzida no idioma. Poder ver filmes, assistir a suas séries preferidas e ler livros sem depender de legendas, dublagens ou traduções é uma oportunidade incrível de compreender histórias em um nível mais profundo e, além disso, aprender muito.

Portanto, aproveite essa oportunidade para aprimorar sua conversação em inglês! Assista a filmes e séries, prestando atenção nas formas como os personagens brincam com o idioma: trocadilhos, jogos de palavras, gírias, duplos sentidos… Fique atento também à entonação e à velocidade dos diálogos, especialmente rápidos em séries de comédia.

5. Escute músicas e acompanhe as letras

Assim como séries e filmes, músicas em inglês vão ajudar muito com as suas habilidades de conversação. Sabe aquelas canções que você adora, mas nunca prestou realmente muita atenção nas letras? É hora de mudar isso. Prepare o player e os fones de ouvido, abra um site ou aplicativo com as letras originais das músicas, e solte o som!

Como o artista usa metáforas e comparações para se expressar? De que forma as palavras criam rimas e ritmos diferentes para cada parte da música? Quais sinônimos são utilizadas para evitar repetições em excesso? Preste atenção também à pronúncia que, na música, costuma ser bastante clara. Busque canções de diferentes gêneros e países de origem, para enriquecer seu vocabulário e aprender ainda mais.

E então, pronto para tornar-se um craque na conversação em inglês? Quais são suas maiores dificuldades na hora de estudar o idioma? Tem outras sugestões ou dúvidas? Deixe seu comentário e conte tudo pra gente!