Muitas pessoas que sonham em ter o próprio negócio optam por uma franquia, já que é um investimento que oferece baixo risco e mais segurança. Ela vem sendo vista como uma opção de carreira, como uma oportunidade para empreender. Também pode ser uma opção para diversificar caso você já tenha um negócio e queira investir em outro. Pode ser excelente, desde que você saiba escolher aquela que é mais adequada para você, de acordo com as suas características. Restaurantes, lojas, escolas e uma série de outros modelos de negócio que são franqueados; certamente nesse meio há alguma franquia que possa te interessar.

Se você está procurando por uma para iniciar o seu negócio, deve ter dúvidas em relação ao caminho que deve percorrer, no que deve prestar mais atenção, em como evitar os erros que todo iniciante comete. No post de hoje, vamos te ajudar a elucidar essas questões. Separamos 8 dicas para quem deseja investir em uma franquia e quer ter um negócio de sucesso. Confira!

Mercado que vem crescendo nos últimos anos

O setor de franchising se mostra cada vez mais assertivo para quem busca oportunidades de negócios para investir em 2019. Isso porque o mercado de franquias vem crescendo nos últimos anos, o que faz com que seja uma ótima alternativa de investimento para a pessoa que possui espírito empreendedor.

De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), esse mercado prevê um crescimento entre 8% e 10% para este ano. Mas é importante não manter o foco apenas no crescimento do setor e na obtenção dos lucros. É fundamental que você pesquise com atenção os diferentes segmentos antes de abrir a sua franquia. Não opte por um negócio só pelo fato de estar na moda, escolha um que faça com que você se sinta bem, que te dê prazer de trabalhar todos os dias.

Escolha uma franquia com a qual você se identifique, porque franquia é igual a matrimônio, se você casar com a pessoa errada, o casamento será ruim. Se investir naquela que não é a mais adequada para você, terá dor de cabeça no futuro. Por isso é bom analisar bastante para não ter surpresas.

8 dicas para quem deseja investir em uma franquia

Investir em uma franquia tem chamado a atenção de muitas pessoas, mas é preciso tomar alguns cuidados. Se você deseja empreender, preste atenção nessas dicas que separamos para você:

1) Faça um planejamento

Investir em uma franquia é uma das melhores e mais seguras formas de garantir o retorno do seu investimento a médio e longo prazo. Pode ser um bom negócio, desde que exista um bom planejamento. Coloque seus planos e objetivos para esse negócio, quanto você quer faturar e siga o seu projeto. Tenha tudo desenhado na sua mente e no papel para que você tenha uma direção e saiba por onde e como começar.

2) Esteja muito bem preparado financeiramente

Você vai ter que investir para abrir a sua franquia, portanto, analise a sua capacidade de investimento e esteja muito bem preparado financeiramente. Tenha em mente que você precisará de uma “folga financeira” para os primeiros meses. Tenha um capital de giro, pois em um momento de dificuldade, ou se no momento de maturação do negócio ele não chegue ao ponto de equilíbrio, você possa ter condições de evitar que a sua empresa passe por grandes problemas por falta de dinheiro.

3) Conheça o mercado

Conheça quem são seus concorrentes, qual é a melhor marca no segmento, veja por que eles estão no mercado e faturando. Faça visitas de campo, porque uma coisa é você adorar tomar sorvete, outra coisa é você estar do outro lado do balcão para vender o sorvete e gerir uma sorveteria. São duas coisas bem diferentes uma da outra. Então conheça o mercado, o negócio, conheça seus concorrentes, o ambiente, e veja se realmente é o que você quer.

Isso é muito importante para saber como tudo funciona na prática e para ver se você realmente se identifica com o perfil da empresa e se ela atende às suas expectativas.

4) Entenda de gestão

Ao empreender, muita gente não se prepara. Mas não basta simplesmente fazer um bom planejamento. É preciso entender de administração, de operações, ter noção de gestão financeira. Procure fazer cursos, há vários na web que são excelentes. Por mais que a franqueadora te dê todo o suporte de campo para o desenvolvimento dos seus funcionários e da própria empresa, é essencial saber acompanhar de perto o crescimento do seu negócio, ter o domínio do conhecimento dos seus produtos e gestão da franquia. Você é o responsável por formar a sua equipe de trabalho, portanto, essa etapa é bastante relevante.

5) Trabalhe muito!

Mergulhe de cabeça, tenha a empresa no sangue, no seu DNA, durma e acorde pensando nela; porque ela precisará muito de você no começo. Lembre-se de que o seu negócio não te dará nada de graça, apenas devolverá em lucro todo o tempo e dedicação que você gastar com ele.  Coloque a mão na massa e participe do dia a dia, trabalhando junto com a sua equipe e ouvindo seu cliente.

Especialmente nos primeiros anos, você deve ser o primeiro a chegar e o último a sair.

Ao optar por uma franquia, você precisa estar decidido e disposto a crescer junto com a rede e para que isso aconteça deve haver muito empenho da sua parte. Sua presença sempre será fundamental para o sucesso do seu negócio.

6) Não caia na zona de conforto

A zona de conforto é uma das maiores responsáveis por empresas quebrarem, por empreendedores pararem de crescer. Acabam se acomodando à rotina, realizando apenas aquilo que traz resultados satisfatórios para eles. Se limitam a uma falsa sensação de segurança que os impede de evoluir, de arriscar e alcançar maiores e melhores resultados. Com isso dão a chance para os concorrentes saírem na frente.

Não haverá garantia de sucesso se o empreendedor não investir seu esforço e trabalho no seu negócio.

7) Não aja por impulso

A situação econômica e o crescente aumento do desemprego no país fazem com que muitas pessoas tomem algumas decisões por impulso. É preciso ter calma, ser o mais racional possível, afinal, você estará investindo uma quantia considerável, até mesmo todas as suas economias nesse novo negócio. Tomar qualquer decisão precipitada pode ser um péssimo negócio.

8) Fique de olho na COF

A Circular de Oferta de Franquia (COF) é o documento emitido pelo franqueador em que são apresentadas todas as condições para trabalhar com o negócio. Deve ser entregue 10 dias antes de você assinar qualquer documento ou realizar qualquer pagamento relacionado à aquisição da franquia.

Antes de efetivar qualquer negócio, leia atentamente o COF – de preferência com o auxílio de um advogado ou um consultor especializado em franchising – e verifique se estão incluídos todos os dados exigidos pela Lei das Franquias.

Esse documento garante direitos e deveres entre a empresa e o franqueado. Nele deve constar informações essenciais como a saúde financeira atual da rede, contatos de todos os outros franqueados, além de informações sobre quem desfez parceria nos últimos 12 meses (fundamental para que você possa tirar dúvidas diretamente com pessoas que investiram no mesmo negócio); possíveis pendências judiciais, entre outros.

Você também encontrará uma minuta do Contrato de Franquia que será assinado caso a negociação seja consolidada. Ele é um contrato de adesão igual para todos os franqueados. As regras que estão definidas ali devem ser obedecidas por todos que fecharem negócio.

Principais erros de quem decide investir em uma franquia

As franquias costumam ser uma opção mais segura do que criar um negócio próprio. Mesmo assim, não é um mercado à prova de falhas. Um dos principais erros de quem decide investir em uma franquia é investir com pouca consistência, isto é, com pouco conhecimento. É achar que a franquia substituirá um talento que você não possui, quando, na verdade, ela potencializará os talentos inatos que você já possui. É a partir daí que você deve começar a pensar: “quais são os talentos que eu considero que são reconhecidos pelas pessoas que se relacionam comigo?”. Analise a sua resposta e escolha um segmento que se adapte ao seu perfil, só assim você vai realmente obter sucesso.

Muitos empreendedores não têm o sucesso que gostariam porque não possuem um autoconhecimento, não fizeram o processo de autorreflexão, não avaliarem investimento, a capacidade de recursos que eles tinham. Tudo isso precisa ser avaliado porque há muitos casos em que o franqueado tem o perfil operacional para o negócio, mas não possui os recursos necessários para o investimento. E às vezes é o contrário: ele possui capital suficiente, mas não tem o talento, o perfil adequado para aquele determinado negócio.

Conclusão

Espero que depois dessas 8 dicas para quem deseja investir em uma franquia, você possa analisar melhor antes de tomar sua decisão final sobre qual setor investir e, assim, garantir o sucesso do seu empreendimento.

Você deve ter em mente que mesmo sendo bem sucedido, como em qualquer negócio, você estará correndo riscos. Mas se houver um processo de seleção criterioso, em que haja dedicação de tempo e energia, provavelmente os riscos serão menores, tanto para você, franqueado, quanto para o franqueador. É muito importante não ter pressa para investigar, não ter pressa para comprar uma franquia. Avalie com calma, absorva as informações, para você não cair no erro crasso de lá na frente acabar perdendo dinheiro ou tendo um negócio fracassado.

Portanto, se empenhe, dê o “up” necessário para que a sua franquia seja promissora!

banner-site_blog_-_2_artes