Não é novidade para ninguém que o inglês é hoje o idioma essencial nesta cultura globalizada em que vivemos, por isso fazer um curso é fundamental. Mas devido a diversos fatores que dificultam o seu aprendizado, como a falta de tempo ou a não adequação à metodologia de ensino utilizada, muitas pessoas acham difícil aprender o idioma. Acabam desistindo do curso, antes mesmo de completar o nível do inglês Básico. No post de hoje você saberá dos primeiros passos para dominar a língua inglesa. E verá que aprender inglês não é tão difícil assim. Confira!

Inglês Básico, essencial para a comunicação

A contemporaneidade exige cada vez mais conhecimento para que possamos alcançar sucesso, tanto no âmbito profissional quanto no pessoal. Quando se tem um objetivo bem definido, como conseguir um emprego, subir de cargo na empresa, viajar, estudar, morar fora do país; ou por qualquer outro motivo, estudar inglês acaba não sendo tão difícil como muitos imaginam. Pois haverá um estímulo a mais para focar no aprendizado.

Em qualquer uma dessas situações, é essencial saber, no mínimo, o básico do idioma. É indispensável na comunicação, para poder lidar com as mais variadas situações do dia a dia.

O simples fato de realizar uma viagem para o exterior e conseguir se comunicar, mesmo sem muita fluência, já é algo maravilhoso.

Níveis de aprendizado do inglês

Nas escolas de inglês, aprendemos que os principais níveis são:

  • beginner (iniciante, básico);
  • intermediate (intermediário);
  • advanced (avançado, proficiente).

 

De acordo com o Common European Framework of Reference for Languages (CEF), documento que faz parte do projeto Language Learning for European Citizenship (Aprendizado de Línguas para a Cidadania Europeia), o esperado é que o aluno adquira habilidades linguísticas após a conclusão de cada nível. A saber:

Inglês Básico

“ O estudante deve ser capaz de compreender e usar expressões comuns do dia a dia bem como frases básicas com o objetivo de satisfazer as necessidades primárias da comunicação. Consegue se apresentar e também apresentar outras pessoas. Consegue fazer e responder perguntas pessoais tais como onde mora, falar sobre pessoas que conhece e sobre o que possui. Consegue interagir de modo bastante simples desde que a outra pessoa fale devagar e claramente.”.

É importante ressaltar aqui que em nenhum momento este documento fala que o aluno de inglês básico deve saber de cor e salteado a conjugação de todos os verbos, quais são os verbos irregulares, todas as diferenciações entre substantivos contáveis e incontáveis, todas as cores, partes do corpo humano e da casa… Enfim, não há preocupação com nenhuma lista de palavras.

Inglês Intermediário

“O estudante deve ser capaz de compreender os principais pontos sobre assuntos de seu conhecimento. Temas normalmente encontrados na escola, trabalho, lazer, etc., não causam dificuldades para este estudante. Ele também deve saber lidar com a maioria das situações que possam surgir durante uma viagem ao país no qual o idioma é falado. Também deve ser capaz de produzir textos simples sobre temas que sejam familiares ou de interesse pessoal. O estudante deve ainda ser capaz de descrever experiências e eventos, sonhos, esperanças e ambições, bem como dar breves razões e explicações para suas opiniões e planos.”.

Inglês Avançado

“O estudante deve ser capaz de compreender com facilidade praticamente tudo o que ouve e lê sem dificuldades. Tem ainda de ser capaz de resumir informações de diferentes fontes faladas e escritas. Ser capaz de reconstruir argumentos e relatos de forma coerente. Consegue também se expressar espontaneamente, de modo bastante fluente e preciso, identificando as entrelinhas do que é dito ou escrito nas mais complexas situações.”.

Este documento, que é referência mundial na produção de novos materiais e no plano pedagógico de cursos e idiomas, menciona apenas a capacidade de comunicação, a interação dos alunos com outras pessoas; principal objetivo buscado nos cursos de inglês hoje em dia.

Inglês Básico: prático e objetivo

Quando alguém decide aprender a falar inglês, há a necessidade de que o aprendizado seja de forma simples e objetiva, pois é preciso não apenas entender, mas falar, sentir e vivenciar na prática a experiência de saber um novo idioma. Afinal, de que adianta pedir uma bottle of water, se não souber explicar ao vendedor  se é com ou sem gás?

Inglês Básico: saiba os primeiros passos para dominar a língua inglesa

Muitos alunos que começam um curso sentem-se desmotivados, porque gastam tempo demais estudando e não veem resultados. Sentem-se perdidos, sem entender a nova língua e sem saber no que focar. Para te ajudar nessa questão, elencamos, a seguir, algumas dicas de como dar os primeiros passos no aprendizado do inglês básico e, assim, aprender a estudar da forma correta e poder dominar a língua inglesa!

1)  Não tenha medo de errar

Quando uma pessoa resolve fazer um curso, é porque ela quer aprender e se aperfeiçoar em alguma coisa. Ela não deve ter medo de cometer algum erro. Esse é o momento de errar, quantas vezes for preciso. Portanto, fale e escreva livremente, sem receio. Os acertos  virão com os erros.

2) Estude diariamente

Aprender inglês é estar constantemente revisando e buscando estar estudando de uma forma eficiente. Estude todos os dias. Mas não é estudar durante seis, sete horas por dia. Dedique meia hora ou até uma hora que está perfeito. Se você começar, a partir de agora, a estudar inglês por uma hora, regularmente, nos próximos seis meses, você terá aprendido muito inglês. Você terá resultado garantido.

3) Cerque-se de inglês por todos os lados

Quem está começando, precisa se cercar de inglês por todos os lados, com o objetivo de aprender o idioma de forma mais rápida. Ouvir vídeos, podcasts e música ajudarão seus ouvidos se adaptarem e adotarem o inglês. Dessa forma, você terá mais facilidade em aprender pronúncia correta. Claro que você não vai aprender tudo de uma hora para outra, mas quanto mais praticar, melhor.

4) Pense em inglês

Todo estudante se pergunta: como pensar em inglês? É simples. Você pensa em determinada coisa, palavra, frase… e esse pensamento é expresso em inglês diretamente, sem passar pelo português. Você não precisa de hora nem lugar para pensar em inglês. Pode ser a todo momento, fazendo qualquer atividade. E o melhor: não precisa ter medo nem vergonha de errar, afinal, ninguém estará ouvindo seus pensamentos.

É claro que esse hábito não é adquirido da noite para o dia. É preciso muita prática. Com o passar do tempo, você notará que não está fazendo mais aquela tradução mental que muitos fazem, inclusive você. Seu cérebro vai se acostumando e esse processo vai se tornando cada vez mais natural.

5) Transforme o estudo em um hábito

Estudar inglês precisa ser transformado em um hábito, da mesma forma que você toma banho todos os dias. Não pode ser uma obrigação. Precisa ser algo que você queira fazer por vontade própria. Os estudantes fluentes fazem isso, transformam o estudo em algo que fazem porque gostam.

6) Repita as frases que aprendeu

Nosso cérebro tem a capacidade de guardar as informações que são usadas com frequência. Por isso, ao iniciar o aprendizado no inglês básico, repita ao máximo as frases que aprendeu. Inicie seus estudos com construções básicas, sempre repetindo cada uma quando possível. Quando você aprende uma frase, conhece diversas palavras novas e ainda memoriza a estrutura do inglês.

Aprenda frases, passe tempo com o idioma e deixe a gramática entrar naturalmente no seu cérebro.

Conclusão

Como você pode observar, o inglês básico pode ser aprendido de forma simples e objetiva. Não é nenhum bicho de sete cabeças, right? É claro que aprender outro idioma leva tempo, por isso você deve transformar isso em um hobby e estar em constante contato com ele. Estude de forma eficiente, siga essas dicas que os resultados irão aparecer. Você olhará para trás e perceberá o quanto você evoluiu nos últimos meses. Quando menos esperar, você já será uma pessoa com proficiência em inglês. Pés no chão e good luck!