Imprescindível para quem quer crescer no mercado de trabalho, aprender a falar e a escrever em inglês é uma busca que ainda vai se intensificar no Brasil.

Isso porque somente 2% da população tem fluência na língua, segundo o ranking global de proficiência, ou seja, existe um mercado amplamente aberto para franquias de ensino.

Com a concorrência cada vez mais acirrada em todas as profissões, o investimento em uma escola de idiomas pode trazer bons rendimentos, principalmente neste momento de crise, quando as pessoas buscam se especializar mais para assegurar suas vagas.

Se você pretende se tornar um empreendedor na área, continue a leitura deste post. Você verá algumas das razões pelas quais o momento é bem propício para fazer valer cada centavo investido!

Baixo nível de proficiência e deficiência no ensino de línguas

Além do baixo nível de proficiência em inglês, o Brasil conta com outro sério problema: a deficiência no ensino da língua nos colégios particulares e públicos. Com isso, muitas famílias, inevitavelmente, buscam complementos para as aulas em escolas de idiomas.

Sabendo-se que os pais estão cada vez mais preocupados com a colocação profissional dos seus filhos, os esforços são reais para manter as aulas particulares.

Grande busca por qualificação profissional

Diante da crise econômica, muitos profissionais também estão voltando aos bancos escolares, seja para fazer cursos de idiomas, seja para ingressar no MBA ou no mestrado, em que o conhecimento de uma língua estrangeira é sempre cobrado.

E essa tendência não é apenas para garantir a vaga como também para buscar melhores salários, já que profissionais fluentes chegam a ganhar até 49% a mais em comparação a quem não se capacitou adequadamente.

São situações que revelam um mercado muito promissor, totalmente favorável à abertura de franquias de ensino.

Mais segurança

Apesar da crise econômica, o poder de compra dos brasileiros aumentou consideravelmente nos últimos anos, e cerca de 40 milhões de pessoas melhoraram as suas condições de vida, com mais recursos para investirem em sua qualificação.

Assim, a escolha de uma franquia pode ser um bom negócio. Fora a existência de mercado, o sistema de franquias destina mais segurança tanto jurídica quanto financeira aos franqueados.

Isso porque são oferecidas consultorias especializadas e suportes técnicos que contribuem para evitar possíveis deslizes administrativos e operacionais.

Menor investimento e maior flexibilidade

Comparadas a outros tipos de franquias, as de ensino podem ser abertas com um investimento relativamente baixo, principalmente se você optar pelo sistema de home based, quando o professor utiliza a própria casa como unidade.

Fora isso, existem, ainda, os modelos em que os instrutores vão até os locais combinados com os alunos, podendo ser em suas residências, escritórios, enfim, com um meio de transporte e material didático já é possível começar no sistema de delivery.

Também podemos citar a flexibilidade do negócio, já que pessoas de diferentes perfis necessitam do inglês na atualidade, ampliando, assim, o público de interesse.

Outra vantagem é que as franquias de ensino ajudam na divulgação do sistema, estabelecendo credibilidade à marca. Dessa forma, a atração e a fidelização dos clientes ficará mais rápida.

E você, já decidiu se vai investir na área de franquias de ensino? Curta a nossa página no Facebook e veja como fazer o seu negócio crescer cada vez mais!