A popularização de ferramentas digitais tem provocado mudanças que afetam relacionamentos, mercados e a sociedade de forma geral. E com a educação não é diferente: tecnologia e ensino estão cada vez mais próximos e se influenciando mutuamente. É por isso que não se pode mais pensar em uma sala de aula simplesmente com um professor que palestra para alunos. Para conquistar os estudantes do século XXI, é preciso oferecer um curso muito mais dinâmico e colaborativo.

Os estudantes de hoje estão sempre ligados a seus celulares e tablets — e não faz sentido pedir que eles se desconectem para a aula. O caminho deve ser o oposto, no sentido de aproveitar os equipamentos como forma de aumentar o interesse e possibilitar novas formas de aprendizado. Leia este post e entenda como relacionar tecnologia e ensino:

Sala de aula invertida

Uma ótima forma de aproveitar a tecnologia é inverter a lógica tradicional de explicações em sala de aula e exercícios para casa. O professor pode indicar, como lição de casa, assistir a uma videoaula, uma animação da internet ou mesmo ler um texto teórico explicando algum ponto gramatical. Depois, aproveitar o momento em sala de aula para fazer as atividades mais práticas. O docente corrige na hora e esclarece as dúvidas, sem deixar nada para o dia seguinte.

Para usar a metodologia da sala de aula invertida, tudo o que se precisa é ter alunos com conexão à internet em qualquer tipo de dispositivo. No caso do ensino de inglês, ao deixar as teorias para casa, sobra ainda mais tempo para se investir na conversação. Nesse caso, o professor pode, inclusive, recomendar filmes e séries para os alunos.

Lousa digital

Dentro da sala de aula, lousas interativas (também chamadas de quadro-negro digital) colocam múltiplos recursos a serviço do ensino. Claro que há muito tempo os professores podem colocar músicas ou vídeos durante as aulas, mas isso nunca foi tão fácil. Mesmo quando o recurso não estava programado inicialmente, se há uma lousa digital, um assunto trazido por algum aluno pode ser enriquecido e investigado instantaneamente na internet.

Nos modelos mais modernos de lousa, há o recurso de touchscreen. Assim, o docente pode dar zoom nas imagens, fazer anotações sobre os textos, desenhar esquemas etc. Quando conectadas a um notebook, as aulas podem ser gravadas e repassadas aos estudantes como forma de revisão. Esse também é um ótimo recurso para mostrar os conteúdos abordados aos que faltaram.

Agenda compartilhada e grupos

Algo muito simples e rápido. Basta o professor criar uma agenda digital e chamar todos os alunos da turma. Ele pode marcar atividades, provas, trabalhos em grupo, convidar para palestras e atividades extra. Ninguém terá mais a desculpa de que não fez uma tarefa ou deixou de estudar para uma prova porque se esqueceu do compromisso.

Blogs e grupos de mensagem instantânea também podem ser muito úteis para compartilhar dicas de estudo, sugerir exercícios diferenciados, mostrar links interessantes relacionados com o conteúdo de sala de aula. Assim, o aprendizado extrapola dos limites da instituição de ensino e acompanha o aluno para onde ele for.

Metodologia Top English

Por entender as necessidades do aluno de hoje, a Top English desenvolveu aplicativos e material didático em formato 100% digital (apesar de também oferecer a opção de material impresso). Na prática, alunos e professores podem ir para as aulas usando somente tablets se assim desejarem. Ao explorar todas as tecnologias digitais disponíveis, a metodologia otimiza os resultados dos alunos.

Se houver um bom planejamento, tecnologia e ensino serão grandes aliados. Em alguns casos — como o da lousa digital — é preciso fazer investimentos. Mas há diversas maneiras de aproveitar tudo o que alunos e professores já usam hoje, de forma a favorecer o aprendizado.

Mas o melhor mesmo é quando o próprio método de ensino, do momento de sua concepção, já considera e explora as possibilidades do mundo digital — como no caso da Top English.

Você usa a tecnologia de alguma forma em suas aulas? Conte para a gente! Deixe um comentário!