É comum escutar nas salas de aula dos cursos de inglês a seguinte queixa, geralmente vinda de um aluno frustrado com a demora para dominar o idioma estrangeiro: a língua da rainha é complicada, muito difícil e esquisita! Mas será que isso é mesmo verdade?

Se você for perguntar para um falante fluente da língua (os nativos não contam!), é bem provável que escute uma negativa: não, inglês não é tão difícil assim. Longe de ter uma gramática complexa como a do alemão ou as nuances de pronúncia como as do chinês, o inglês é, na verdade, uma língua simples.

Quer saber mais? Então continue com a leitura para conhecer algumas dicas que poderão ajudá-lo a domar de vez a língua e esquecer a ideia de que aprender inglês é difícil. Vamos lá?

Crie uma rotina

Assim como toda nova habilidade a ser desenvolvida, é preciso se dedicar ao aprendizado do inglês. Não espere ir dormir e acordar no dia seguinte fluente no inglês, como em um passe de mágica. Será preciso esforço, paciência, acerto e erro para começo de conversa. Então, por que não estabelecer uma rotina fixa de estudos?

Planeje-se também dedicar um período de tempo para revisar os assuntos, fazer provas, escutar áudios e resolver exercícios. Crie uma rotina de estudo com horas e dias fixos para se dedicar à nova língua.

Tenha paciência

Antes de mais nada, seja paciente consigo mesmo. Como costuma ocorrer quando estamos lidando com algo novo, a habilidade não surge de um dia para o outro. O progresso pode até parecer lento, mas, acredite, está acontecendo! O importante é não desistir e continuar a estudar e praticar sempre que possível.

Dedique-se além da sala de aula

Você é daqueles que acha que a sala de aula é o único lugar para aprender inglês? É hora de pensar de novo! Não é só por meio de livros que se aprende uma língua estrangeira. É perfeitamente possível praticar um idioma por meio de seriados, filmes no cinema ou na televisão e até nas músicas nas rádios.

Eis uma forma mais do que eficaz de expandir o vocabulário e começar a perceber a fluência, o ritmo de fala e as nuances da língua. Por isso, já sabe: não perca tempo e estude também fora de sala de aula! Dá pra treinar até mesmo no cinema do fim de semana.

Desenvolva todas as habilidades

Você está craque na leitura, mas tem dificuldade na conversação? É hora de se dedicar mais a essa habilidade. Isso mesmo: nada de desenvolver só uma ou outra. Listening, reading e speaking — todas elas são fundamentais. Veja o que parece mais fácil ou difícil e planeje os estudos com base nisso. Se você se aperta sempre na hora da conversação, dedique-se a ela com mais intensidade!

E então, você ainda acha que o inglês é um bicho de sete cabeças? Com esforço, dedicação e trabalho, será possível dominar o idioma. Também vale a pena procurar por metodologias adequadas, que vão do básico ao avançado, sempre acompanhando o desenvolvimento do estudante. Essa é a ideia da Top English, que tem uma metodologia própria de conversação e módulos específicos para cada tipo de demanda. Saiba mais aqui!

O que achou deste texto? Conte para a gente nos comentários! E continue acompanhando as nossas postagens para aprender mais sobre a língua e esquecer de vez a ideia de que aprender inglês é difícil!