Hoje podemos afirmar com toda convicção que aprender inglês faz com que as portas para o mundo se abram, já que estamos falando da língua mais falada do globo e da língua da internet. Isso significa que aprender inglês também é ter contato com o idioma mesmo quando não se está estudando formalmente. E em se tratando de linguagem não formal, assim como o português, a língua inglesa possui frases curtas e comuns, aquelas usadas em conversas informais do dia a dia, e que precisamos aprendê-las para alcançarmos um bom nível de fluência. Se você precisa aprender vocabulário, esse post é para você! Separamos algumas frases e expressões bem curtas e comuns em inglês para o cotidiano. São frases que usamos o tempo todo e que muita gente não sabe usar. Com elas você pode se comunicar com pessoas de qualquer parte do planeta. Frases curtas que darão um up no seu inglês. Confira a seguir!

 

Frases/expressões curtas em inglês ampliam a capacidade de comunicação 

Quem não sonha em sair falando tudo em inglês, não é mesmo? Essa é a língua mais falada no mundo, logo você precisa interagir nesse ambiente global entendendo o idioma. Mas para chegar à fluência, primeiro você precisa dominar o básico. E essas frases/expressões bem curtas são como uma mão na roda! Muito provavelmente você vai ouvi-las bastante durante uma conversa. Afinal, já fazem parte do dia a dia de quem fala essa língua. Se você conseguir aprender esse novo vocabulário estará ampliando a sua capacidade de comunicação e, consequentemente, conseguirá conversar com um número bem maior de pessoas; seja pela internet, em eventos ou até mesmo em viagens. 

 

Frases/expressões bem curtas e comuns em inglês

Confira a lista com algumas das principais frases/expressões bem curtas e comuns em inglês que separamos para você. Com elas  você estará bem preparado na hora de se comunicar:

 

# Hey!

É como usar Hi!/Hello! Mas com certeza essa saudação é a mais comum entre amigos, é ainda mais amigável. Em situações informais você vai ouvir muito. 

 

# Props! 

Quando você quer dizer parabéns para alguém, por um trabalho bem feito, para coisas grandes que a outra pessoa conseguiu,se usa Well done! ou Good job! Em português seria “Parabéns!” (Congratulations!). 

Para algo mais amigável e mais natural usa-se Props!

 

Ex.: You passed the test? Props! That test was hard.

       (Você passou no teste? Props! Esse teste foi difícil.)

*Outra palavra semelhante ao props é Kudos!. A palavra kudos vem do grego antigo que significa glória e renome. A partir de 1920, o substantivo kudos tornou-se popular no meio jornalístico, graças à revista Times.

 

# Whoops!

Palavra que soltamos quando deixamos cair alguma coisa da mão, ou quando acontece algo inesperado. É o nosso “Ops!”, “Opa!”

*Crianças vão falar Whoopsy! ou Whoopsies!, é quase o nosso -inho, nosso diminutivo. 

 

# Alright 

Quer dizer “tudo bem”. Também significa “mais ou menos” (não se usa more or less!) 

 

Ex.: Hey, how are ya? 

        I’m alright.

 

        (Eu, como você está?)

        (Eu estou bem.)

 

* O segundo uso para alright é, por exemplo, quando alguém está dando uma explicação de como chegar a determinado lugar e você, para dizer que está entendendo, vai dizendo “alright, ok, alright”. Seria o nosso “certo, tá ok, entendi, …”

 

*O terceiro uso é para introduzir uma frase:

 

Ex.: Alright, let’s get started!

       (Tudo bem/Certo, vamos começar!)

 

# Will do

Expressão muito útil no inglês. Significa que você vai fazer o que a outra pessoa deseja. 

 

Ex.: Say hi to your wife for me.

       Will do!

      (Manda um oi pra sua esposa por mim!)

      (Ok, pode deixar, mando sim!)

 

*É uma abreviação da frase inteira I will do that. (Eu vou fazer isso)

Tão fácil, tão rápido e tão comum de dizer.

 

# Shall we?

Suponha que você esteja em um jantar com amigos e chegou o final da conversa, da comida… É uma maneira informal, mas ao mesmo tempo culta e educada de sugerir que você deseja ir embora. 

Para não falar algo como Let’s go? ou I think we should go. No inglês se usa Shall we?

É uma abreviação da expressão inteira Shall we go? ou Shall we leave? (Devemos ir? Vamos embora?)

 

É tipo um “Vão bora?”, sendo muito mais culto.

 

Okay, shall we? (Ok, vamos?)

Welp… Shall we? (Bem… Vamos?)

 

# My bad

Significa “Foi mal”, “Desculpa”, “O erro foi meu”. 

Usa-se em situações públicas também. Por exemplo, quando você esbarra sem querer em alguém. Se fosse algo mais grave, poderia usar “Ah, excuse me!”! ou “Ah, I’m sorry!”. Mas com pequenos eventos usa-se My bad. 

 

# ‘sall good 

Você pode responder my bad com ‘sall good.

É uma abreviação da frase inteira It is all good. Que quer dizer “Na boa, tá tudo bem, tudo tranquilo, sem problema.”.

 

* A expressão ‘sall good também pode ser dita para “a vida é boa/ é tudo de bom”.

 

# No prob!

Outro jeito para responder my bad ou I’m Sorry é No prob!, abreviação de no problem (sem problemas, tranquilo).

 

Nos Estados Unidos usa-se essa expressão para responder um Thank you após alguém ter feito uma gentileza.

Por exemplo, você segurou uma porta para alguém passar. A pessoa diz Thanks e você responde No prob!.

 

# For sure!

Outra expressão bem curta, muito comum e bem natural é “For sure”. É uma boa maneira de concordar com alguém. É quase um “Isso aí!”; “Concordo plenamente!”

 

Ex.: That was a great movie! (Foi um grande filme!)

        For sure! (Com certeza!)

 

# Let me check

Uma frase útil para você aprender é Let me check, que significa deixa eu ver/ 

verificar, dar uma confirmada.

 

Ex.: Okay. Let me check.

       Ok, deixe-me verificar.

 

# I really (mean) it

“Eu falo sério”. 

Você pode usar essa expressão quando  disser alguma coisa e quiser confirmar que está falando sério realmente. Pode até colocar o really para ser mais enfático. 

 

Você já deve ter aprendido que o verbo mean significa “significar, querer dizer”. É como se essa frase dissesse: o que eu falei significa realmente isso que eu disse para você. 

 

Ex.: Well, this time, I really mean it.

       (Bem, nessa altura, eu queria realmente dizer isso.)

 

# Not yet

Significa “Ainda não”. 

Você já fez tal coisa? Not yet.

 

Ex.: Our work is not yet done.

       (O nosso trabalho ainda não está feito.)

 

# Don’t push

Push é empurrar, mas nessa frase significa para você não abusar, não forçar a barra. 

Por exemplo, você faz um favor para alguém e essa pessoa pede mais alguma coisa. Você poder falar: Ei, don’t push. (Não força a barra, não abusa.). Outro exemplo:

 

Ex.:Please don’t push it because you’re feeling threatened.

      (Não insista/não força a barra porque se sente ameaçado.)

 

# It ‘s nonsense!

Isso é um absurdo! 

Uma pessoa fala ou faz alguma coisa que não tem o menor sentido, não tem o menor cabimento. Você pode usar essa frase.

 

Ex.: No, it’s all nonsense!

       (Não, é tudo absurdo!)

 

# Not anymore

Não mais.

Por exemplo, estamos conversando e falo que fulano está trabalhando em tal empresa Aí você vira para mim e diz: não mais. Não está mais trabalhando lá. 

 

Ex.: He used to work here, not anymore.

       (Ele trabalhava aqui, não mais.)

 

# Take it easy!

Calma, vai com calma. 

Quando alguém está muito ansioso por alguma coisa, muito afobado para fazer muitas coisas, querendo atropelar tudo. Você pode pedir calma para a pessoa, para ela ir com calma, mais devagar. 

 

Ex.: Hey, take it easy, man!

       (Ei, vá com calma, cara!)

 

# Don’t give up!

Não desista.

 

Ex.: Most importantly, don’t give up!

       (Acima de tudo, não desista!)

 

# As always/ as usual

Como sempre, como de costume.

 

Ex.: As usual/as always, he forgot his wallet.

       (Como sempre, ele esqueceu sua carteira.)

 

# It’s enough

“Isso é suficiente”. Ou como a gente costuma falar, “chega!”

Por exemplo, alguém está fazendo alguma coisa e você quer que ela pare. É costume falar “chega!”. Principalmente quando as crianças estão aprontando, fazendo bagunça, você fala “Chega!”. Ou os pequenos insistem em continuar e você, mais bravo ainda, fala: Enough is enough! (Já disse que chega é chega!).

 

É claro que você pode usar essa expressão para dizer simplesmente que alguma coisa já é o suficiente. 

Por exemplo, você coloca água em um copo para alguém. A pessoa fala: Okay, it’s enough.  

Ainda nessa situação, suponhamos que lhe pediram um pouco de suco. Antes de colocar no copo você diz “Say when”. Conforme vai colocando, a pessoa fala: “Okay, it ‘s enough.”.

Quando alguém diz say when, significa “diga quando”. Quando o quê? Quando for o suficiente. Em inglês, say when é o equivalente em dizer a frase: Say when it’s enough. Mas normalmente ninguém fala a frase inteira.

Em português a gente falaria algo como  “Fala o quanto quer.”.

 

# Whatever!

Você vai ouvir muito essa expressão. Significa “tanto faz, que seja”. 

 

Ex.: In German or in Hungarian, whatever!

       (Em alemão ou em húngaro, tanto faz!)

 

# It depends!

Depende.

 

Ex.: It depends on the situation.

       (Depende da situação.)

 

*A preposição que se usa é o

 on e não of. Esse é um erro muito comum devido à forma que usamos no português: depender de;

 

# I don’t care

Tô nem aí, nem ligo.

 

Ex.: I don’t care about my reputation.

       (Eu não ligo para a minha reputação.)

 

# I don’t mind

Às vezes as pessoas traduzem como “eu não me importo”, mas é um pouco diferente. 

Nesse caso, eu não me importo porque isso não me incomoda. Por exemplo, você pergunta se pode ligar o ar condicionado: “Ok, I don’t mind”.

Agora, se eu falo: fulano está falando algumas coisas de você. “I don’t care.” .

 

# Did you buy It?

Você deve estar pensando que eu estou perguntando se você comprou alguma coisa. Poderia ser, só que essa mesma frase tem um outro sentido bem diferente que talvez você nunca tenha imaginado. 

Por exemplo, alguém chega e conta uma história. Você fica pensativo, duvidando… Daí você pergunta: “Did you buy it?”  (Você engoliu essa, acreditou nisso?)

 

# How come? 

Por quê? Como assim?

Alguém lhe contou algo sobre algum acontecimento e você ficou surpreso: Nossa, mas como assim? Como isso aconteceu? 

 

Ex.: How come?! I haven’t received anything!

      (Mas como assim??! Eu não recebi nada!)

 

# No way!

De jeito nenhum! Nem a pau! Sem chance! 

Você também vai ouvir essa expressão sendo usada de outra forma. Quando a pessoa fica surpresa, não acredita no que estão contando. É um jeito de demonstrar que está surpresa. Por isso deve-se prestar atenção no contexto da conversa.

 

Ex.: No way! I’m not getting in that car!

       (Nem a pau! Não vou entrar naquele carro!)

 

# Hell no!

Hell no é parecido com no way!, porém é mais informal e relativamente mais agressivo. Pode ser interpretada como a expressão clássica em português “nem fudendo!” ou até mesmo “nem a pau!”

 

Ex:  Hell no!

# Go for It!

É uma frase que você pode usar para  incentivar alguém que está na dúvida se faz ou não faz alguma coisa. É um “Vai nessa!”.

 

Ex.: Do not hesitate, go for it!

       (Não hesite, vá em frente!)

# Go figure! 

Vai saber…, vai entender.

Nossa, fulana este brava… o que aconteceu? Vai saber…

 

Ex.: Well… go figure… women!

       (Bem… Vai entender… mulheres!)

 

       Why is she so upset? Go figure.

       (Por que ela está tão chateada? Vai saber.)

 

# That was close!

Essa foi por pouco. Passou perto

Alguma coisa ruim quase aconteceu. 

 

Ex.: Boy, that was close!

       (Rapaz, essa passou perto!)

 

*Nesse caso, o s da palavra close deve ser pronunciado com som de s. Não é o close do verbo fechar. 

 

# It happens!

 É…Acontece.

 

Ex.: Look, Hal, it happens!

       (Olha, Hal, isso acontece!)

 

# What now?

E agora? Quando você está em uma situação sem saber o que fazer em seguida.

Essa frase na verdade é como se fosse um encurtamento de uma pergunta: What do/should I do now? (O que eu faço agora? O que eu deveria fazer agora?)

 

# Get Real

Cair na real. 

Quando alguém está sonhando muito ou desejando muito alguma coisa que você acha que não vai se concretizar.  Você pode usar essa expressão no sentido de que você quer que a pessoa volte para a realidade.

 

Ex.: It’s time to get real.

       (Está na hora de cair na real.)

 

# You are kidding me!

Algumas possíveis traduções são “á me zuando, né?”, “tá de brincadeira!” e até mesmo “tá de sacanagem!”

 

Ex: You are kidding, aren’t you?

      (Você tá zuando, não está?)

 

      Come on, are you kidding me?

      (Qual é, tá brincando?)

 

# Take care!

Se cuida!/ Cuidar

 

Ex.: I know, Miss Lindu, don’t worry, I will take care… of your son very well, OK?

      (Eu sei, dona lindu, pode deixar, que eu vou cuidar… direitinho do seu filho, viu?)

 

Quer mais exemplos de  frases/expressões bem curtas em inglês para você aprender? Anota aí:

# That’s a good one!

  Essa é boa!

 

# No worries!

Não se preocupa!

 

# What’s going on?

O que tá rolando?

 

# Fingers crossed!

Dedos cruzados!

 

# Lucky you!

Que sorte a sua!

 

# Cheer up!

Se anima!

 

# Not a bit!

Nem um pouco!

 

# You rock!

Você é o máximo!

 

# I screwed up!

Pisei na bola! Dei mancada! Estraguei tudo!

 

# Why is that?

Por que isso?

 

# Really 

Sério?!/Sério mesmo?!

 

#  What a pity! / What a shame! 

 Que dó! / Que pena!

 

# Get out

I Said get out, man!

(Eu disse: sai fora, cara!)

 

# Snap out of it

Tom, snap out of it, man.

(Tom, sai dessa, cara.)

 

# Is It?

Será?/ É isso?

There are many people wondering: Is it?

(São muitas pessoas se perguntando: Será?)

 

# Yeah! 

Yeah! I’d pay money to see that again.

(Boa! Pagava para ver isso outra vez.)

 

That’s the way, Chief, yeah!

(Isso aí, chefe, boa!)

 

# That’s it

Okay, well, that’s it.

(Tudo bem, é isso aí.)

 

# Jeez!

Eita!/Caramba!

 

Jeez, I’m sick of it all!

Eita, eu estou farto de tudo!

 

Jeez! She mouthed off like she was a leading actress.

(Eita! Ela fala como se ela fosse uma das principais atrizes.)

 

Conclusão 

Agora você já sabe de algumas das principais frases/expressões bem curtas e comuns em inglês. Elas são como uma mão na roda! 

Vale ressaltar que você não deve perder muito tempo tentando entender por que as palavras são usadas dessa maneira, por que se usa essa e não aquela… Muitas dessas frases são expressões e gírias, por isso cabe interpretação. O que importa é você saber que todas são usadas em situações específicas, dentro de determinado contexto. É o que todo falante nativo vai usar, é o que é natural. É assim e pronto. O mais importante é entender bem a situação em que a frase está sendo usada.

Tenha a certeza de que na hora de conversar, você estará com a as armas certas na mão. Até a próxima!

E aí, você já conhecia algumas dessas frases/expressões bem curtas e comuns em inglês, ou são todas novas pra você? Conhece alguma que não citamos no post? 

Conta pra gente nos comentários!

podcast