Antes de ler este post, é importante que você responda a seguinte pergunta: “marketing é uma despesa ou um investimento?”. Se você respondeu a 1ª opção, pode estar perdendo uma série de oportunidades. Assim como qualquer aplicação financeira, o marketing é um aporte de capital destinado a trazer um retorno financeiro de médio e longo prazo para a organização.

Sim, estamos falando de um investimento — muito importante por sinal. Então, por que muitas empresas ainda acreditam que o marketing é uma simples despesa? Talvez o motivo seja a falta de planejamento.

Assim como qualquer tipo de investimento, o marketing exige que você trace um bom plano para colher os seus frutos. Caso contrário, você realmente estará apenas gastando dinheiro, sem os resultados esperados.

Esse ponto é tão importante que resolvemos trazer, a seguir, alguns dos principais motivos para que você tenha um plano de marketing consolidado. Confira:

Metas e objetivos claros

Ainda existem muitas pessoas que acham que basta investir em qualquer tipo de ação de divulgação para rapidamente colher os frutos. Mas, afinal, que frutos são esses? Em quanto tempo se planeja fazer essa “colheita”? Quem tem um bom plano de marketing sabe responder todas essas perguntas.

O grande benefício de se ter metas e objetivos claros é garantir o monitoramento efetivo de toda a ação. É só dessa maneira, sabendo realmente onde se pretende chegar, que se pode dizer se o investimento está ou não trazendo o retorno esperado. Assim, caso a situação não seja favorável, o gestor pode fazer uma correção de curso apropriada.

Definição dos indicadores corretos

Como vimos no ponto anterior, ter metas e objetivos claros é o que vai definir nossos parâmetros de avaliação durante o monitoramento. Mas como, de fato, ocorre esse controle? Bom, é no plano de marketing que definiremos quais serão os indicadores mais apropriados para cada tipo de ação.

Quer aumentar o tráfego interno do site? O cadastro dos clientes nos bancos de dados da empresa? Reduzir a insatisfação? Para cada meta e objetivo existe um indicador específico!

Avaliação precisa do público

Outro erro comum decorre da avaliação do público. Será que o público está nas redes sociais ou prefere uma abordagem mais pessoal? Faz compras na internet ou em lojas físicas? É idoso? Jovem? Ter a resposta para essas perguntas é o que vai direcionar as suas ações de marketing e divulgação.

O plano de negócio é uma oportunidade para fazer essa avaliação. Além de avaliar as características do público-alvo, é possível fazer um benchmarking e descobrir o que os concorrentes estão fazendo de certo ou errado. Assim, você garante muito mais assertividade nas suas ações!

Garantia de um bom ROI

Para muitos, o return on investiment (ROI) é o rei! Esse é o indicador que possibilita a avaliação “final” de uma ação, ou seja, se ela trouxe ou não os resultados esperados. É claro que, se você desenhar um bom planejamento, certamente aumentará o retorno sobre o seu investimento e, consequentemente, os resultados internos do seu negócio.

É preciso abandonar agora mesmo a ideia de que o marketing é uma despesa! Planejar é a chave para garantir excelentes resultados e abandonar essa falácia!

Você já tem um bom plano de marketing? Melhorou seus resultados? Conte um pouco da sua experiência para nós!

 

Gostou do nosso post? Conheça nosso modelo de franquia no site www.topenglish.com.br/franquias/ 

Acesse um dos materiais abaixo e conheça mais sobre franquias

images 

Entenda os caminhos para adquirir uma franquiaConheça a franquia de sucesso, tenha seu próprio negócio!