Uma gestão financeira eficiente é um dos fatores mais importantes para a longevidade e crescimento sustentável dos negócios. E para ter um gerenciamento enxuto e eficaz, é fundamental contar com o controle rígido do capital. Nesse sentido, existem ferramentas administrativas — como o fluxo de caixa — que devem fazer parte do cotidiano dos empresários e gestores, de forma a reforçar uma cultura de planejamento e sistematização. É essencial registrar e acompanhar todas as movimentações de valores da empresa para avaliar as informações, confirmar tendências e redefinir as estratégias de curto, médio e longo prazos.

Quer saber mais sobre esse assunto? Então leia o nosso post de hoje! Aqui você vai entender qual é a importância do fluxo de caixa para o sucesso do seu negócio:

A gestão financeira através do fluxo de caixa

O fluxo de caixa permite uma visão mais abrangente da operação, criando condições adequadas para que as decisões sejam tomadas com base em análises transparentes. Através de controles estruturados, é preciso identificar os diversos pagamentos — funcionários, fornecedores, aluguéis, impostos e serviços, bem como os recebimentos e as aplicações financeiras.

Todos esses apontamentos devem ser diários, compondo um mapa mensal e anual, de modo a evidenciar a rotina financeira da empresa, bem como sazonalidades e despesas extraordinárias. Com essa visão, é mais fácil perceber desperdícios, gastos indevidos e oportunidades a serem exploradas para aumentar o faturamento e a lucratividade da empresa.

É preciso lembrar ainda que o fluxo de caixa também é importante para os empreendedores que pretendem abrir seu próprio negócio. Através de informações levantadas antecipadamente — no caso defranquias, diretamente com a franqueadora —, é possível montar o fluxo de caixa da nova empresa para avaliar a viabilidade do retorno do investimento.

A elaboração do fluxo de caixa

A primeira etapa da elaboração de um fluxo de caixa é o levantamento de todos os custos operacionais, fixos e variáveis. Nesse caso, é importante separar as movimentações rotineiras dos valores destinados a expansões ou gastos especiais.

Na sequência, é preciso organizar todas essas informações. Para tanto, é interessante contar com softwares de gestão, que facilitam muito a atualização constante dos dados, além de oferecer mais agilidade e segurança ao processo.

As análises e as decisões estratégicas

Periodicamente, cabe ao empresário ou ao gestor responsável a análise do fluxo de caixa, de modo a confirmar entradas e saídas. Essa avaliação constante, através de relatórios gerenciais, permite a identificação de:

  • Tendências do mercado;

  • Mudanças nos hábitos de consumo e no perfil dos clientes;

  • Falhas no planejamento de marketing, de vendas ou de posicionamento de produtos.

Dessa forma, desvios podem ser corrigidos rapidamente, evitando prejuízos maiores. E é recomendável também uma avaliação trimestral para verificar a necessidade e a possibilidade de investimentos em:

  • Infraestrutura;

  • Expansão;

  • Lançamentos;

  • Contratações;

  • Aumentos salariais;

  • Revisão de benefícios;

  • Definição de ações promocionais para queima de estoque e aumento do giro de determinados itens.

Considerando todos esses aspectos, é evidente a importância do fluxo de caixa para a gestão financeira das empresas. Assim, é preciso investir nessa cultura para assegurar a competitividade e o sucesso dos negócios.

Você quer saber mais sobre gestão e oportunidades de negócio? Então curta a página da Top English no Facebook e não perca as nossas atualizações!