Já pensou em conhecer a Austrália e ainda aprender a falar inglês fluentemente? Pois saiba que esse tem sido o destino preferido de muitos brasileiros que querem unir diversão, cultura e aprendizado de outro idioma. Isso porque esse país — com dimensões continentais semelhantes às do Brasil — guarda muitas riquezas naturais e manifestações artísticas.

Se a ideia de estudar inglês em outro país já passou pela sua cabeça, considere a possibilidade de fazer isso na Austrália. Quer saber por quê? Vamos apresentar 5 motivos a seguir. Acompanhe!

1. Aprender o inglês

Pouca gente sabe, mas na Austrália se fala o inglês australiano. Derivado do inglês britânico, o idioma sofreu influência de irlandeses, holandeses e aborígenes, e isso resultou em algumas modificações — a exemplo do que ocorreu com o nosso português, que, vindo de Portugal, miscigenou-se com as línguas indígenas e africanas.

Ainda assim, conhecer a Austrália pode ser uma excelente oportunidade para aprender ou exercitar o inglês, língua adotada por 79% da população, super preparada para receber pessoas que não dominam o idioma.

2. Aproveitar a qualidade de vida

Sidney, capital australiana, oferece excelente qualidade de vida, inclusive para estrangeiros. Além de o dólar ser mais barato do que o americano, há outros fatores que favorecem a escolha por esse destino.O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), por exemplo, é o segundo melhor do mundo, perdendo apenas para a Noruega.

Entre as vantagens de morar em um país desenvolvido, estão: honestidade da população, acesso à saúde e educação de qualidade, sensação de segurança e garantia de qualidade de vida sem precisar morre de trabalhar.

3. Curtir o multiculturalismo

Nesse contexto, imagina-se que quase não exista preconceito no país, e isso é verdade. Mais de 250 grupos de aborígenes habitavam o território antes da chegada de holandeses e britânicos no século XVII. Só em 1901, as colônias se uniram para formar a Comunidade da Austrália, nome oficial do país.

Por isso, manifestações artísticas e culturais são a base dessa sociedade exemplar e multicultural. A Opera House, por exemplo, localizada na capital, é um edifício de Ópera considerado um dos símbolos do país. Seja na gastronomia, música, arquitetura ou em outras manifestações culturais, a Austrália é um destino que vale o investimento!

4. Trabalhar enquanto estuda

Essa é uma grande preocupação de quem vai fazer intercâmbio! Além de conhecer a Austrália e as suas maravilhas, o intercambista precisa ganhar dinheiro para bancar os custos da viagem. A boa notícia é que na “terra dos cangurus” há várias oportunidades de emprego de acordo com sua proficiência no idioma.

Ao contrário de países nos quais há um preconceito contra estrangeiros, lá você pode executar tarefas desde as mais simples, que não exigem muito conhecimento do idioma, até as mais almejadas. Inclusive, quem tem curso superior é muito respeitado no país.

5. Encantar-se com a natureza

Não podemos falar do território australiano sem apontar suas paisagens magníficas, não é? Enquanto você estiver por lá, pode aproveitar para viajar nos fins de semana e conhecer belíssimas praias, como Bells Beach, sede de vários campeonatos de surf, e Bondi Beach, em Sydney.

Se você curte mais o frio, vai se encantar pelas montanhas em New South Wales, onde está localizado o pico mais alto do país: Mount Kosciuszko. A neve aparece entre junho e setembro, então, prepare os seus esquis!

Não deixe de conhecer outras peculiaridades da natureza australiana, como o outback, famoso deserto vermelho que recobre o interior do país, e a Grande Barreira de Corais, com quase 3000 recifes. As ilhas Whitsunday, no nordeste do continente, são o melhor destino para apreciar esse espetáculo da natureza!

Agora que você já está incentivado a fazer as malas e conhecer a Austrália, comece a treinar o inglês o quanto antes. Não é preciso esperar chegar lá para dominar o básico. É possível fazer aulas de inglês online, sem sair de casa, para ir se afinando ou treinar o idioma. Assim, você inicia o seu intercâmbio ainda mais preparado para os desafios que só esse tipo de imersão cultural oferece.

Aproveite e compartilhe este post nas suas redes sociais. Quem sabe você não encontra, entre os seus amigos, uma companhia para essa aventura?