O inglês é uma das línguas mais faladas do mundo, por isso que é difícil entender diferenças desse idioma nas diversas culturas. Porém, é possível ter sucesso no aprendizado ao compreender os mitos e entender as diferenças entre: inglês britânico x americano.

Se você pretende viajar pelo mundo e crescer profissionalmente, é fundamental considerar essas questões. Por isso, decidimos explicar as diferenças e listar os principais mitos sobre esses estilos. Vamos lá!

Principais diferenças entre inglês britânico x americano

É possível observar as diferenças entre eles na pronúncia, no vocabulário e na ortografia. A seguir, apresentaremos alguns exemplos.

Pronúncia

É difícil definir a pronúncia do inglês britânico e americano, pois dentro de cada país há diferentes sotaques. No entanto, existem diferenças ao pronunciar algumas palavras que nos ajudam a descobrir qual estilo de inglês está sendo falado. Veja alguns exemplos.

Palavras

Inglês britânico

Inglês americano

Can’t, class e fast

O “a” é pronunciado na parte de trás da boca.

O “a” é pronunciado na parte da frente da boca.

The man

O “t” é pronunciado como no português.

O “t” é pronunciado com som similar ao “d”. Ou seja, “de man”.

Car, learn, over

O “r” é silencioso nessas palavras, soando como um “ah”, por exemplo.

O “r” sempre é pronunciado.

Vocabulário

As principais diferenças entre os estilos residem no vocabulário, pois muitas palavras possuem significados diferentes. Por exemplo, o futebol tradicional é conhecido como “soccer” no inglês americano e como “football” no britânico. Veja outros exemplos.

Português

Inglês britânico

Inglês americano

Agenda

Diary

Appointment book

Avião

Aeroplane

Airplane

Pós-graduação

Postgraduate course

Graduate studies

Ortografia

Na ortografia, também podemos encontrar diferenças com facilidade. Algumas palavras do inglês britânico podem ter letras adicionais em relação ao americano. Repare nos exemplos.

Português

Inglês britânico

Inglês americano

Cor

Colour

Color

Comportamento

Behaviour

Behavior

Viajou

Travelled

Traveled

Principais mitos

Além das diferenças, também é preciso reconhecer os mitos dessas línguas para que seu aprendizado não seja prejudicado. Confira os principais a seguir.

Facilidade de entender o inglês britânico

Assim como no português — que possui a norma culta e coloquial, gírias e regionalismos —, os britânicos possuem uma variante de prestígio social e educacional, conhecida como Received Pronunciation.

Esse estilo é recomendado em situações formais, para que todos possam compreender com facilidade. Por isso, alguns rotulam o inglês britânico como o mais fácil, quando na verdade é a “norma culta britânica” que facilita a compreensão, e não todo o idioma.

Inglês britânico é falado apenas na Inglaterra

Muitas pessoas utilizam erroneamente o termo “britânico” para se referir apenas à Inglaterra. Contudo, o Reino Unido engloba a Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte — que também falam inglês britânico, com suas particularidades.

A fluência só é alcançada após entender a gramática

Alguns acreditam que a fluência só é alcançada após compreender toda a gramática, o que não é verdade. No português falado, por exemplo, é comum o uso de sentenças incorretas, como “eu vou na padaria” etc.

Portanto, a fluência é alcançada por meio do uso constante do idioma — leitura, escuta e conversação —, e não apenas do conhecimento de regras. Ser fluente está ligado ao fato de conseguir usar o idioma para se comunicar.

Pessoas fluentes não cometem erros

Em qualquer idioma, pessoas fluentes também cometem erros, sejam na pronúncia, gramática ou ortografia. Prova disso são os regionalismos, gírias e abreviações utilizadas na linguagem coloquial que fogem à norma culta do idioma.

Você só é fluente quando entende todos

O inglês é uma das línguas mais faladas do mundo, por isso é normal ter dificuldade de compreender as diferenças entre sotaques, como o de um australiano ou de um alemão. Isso não significa que você não é fluente, mas que apenas não compreende certas diferenças.

Com essas ideias, é possível descobrir diferenças e mitos notáveis desses estilos: inglês britânico x americano. Cada um possui particularidades que precisam ser observadas ao estudar o idioma. Portanto, procure uma escola conceituada para estudar o inglês, que tenha qualidade e saiba ensinar com precisão as diferenças de cada estilo. Dessa forma, você terá eficiência nos estudos e dominará o idioma.

E aí, o que achou das ideias? Compartilhe sua opinião nos comentários!