Este conteúdo foi atualizado no dia 03 de maio de 2018.

O setor de franchising tem sido destaque no atual cenário econômico. De acordo com a Pesquisa Trimestral de Desempenho do Franchising, realizada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor teve aumento de 6,8% de faturamento no segundo trimestre de 2017. E é por isso que tem sido a escolha de muitos na hora de empreender.

O primeiro passo para entrar nessa área é saber a diferença entre franquia e franchising e conhecer os termos recorrentes desse mercado. Franchising é o modelo de negócios que consiste em uma estratégia de expansão por meio de unidades franqueadas, que são denominadas de franquias.

A empresa que detém a marca é a franqueadora, que cede ao franqueado o direito de uso e venda de seus serviços ou produtos utilizando sua marca. Ou seja, o franqueado é o responsável pela administração de sua franquia.

Mas quais são as vantagens de ser um franqueado? É isso que vamos mostrar a seguir, bem como algumas informações importantes sobre o mercado de franquias. Acompanhe!

Vantagens de ser um franqueado

Esse modelo de negócio possibilita inúmeras vantagens ao franqueado. Veja algumas:

Investimento de baixo custo

Se você quer empreender, mas tem pouco recurso para investir, o setor de franchising pode ser a solução para você. O investimento inicial em uma franquia tende a ser menor do que abrir um negócio próprio do zero, pois as franqueadoras oferecem muitas vantagens e suportes que você não teria sozinho. Um exemplo de franquia de baixo custo é a de idiomas.

Marca conhecida no mercado

Como a franqueadora já está no mercado, ao abrir uma unidade franqueada você já conta com a vantagem de ter seu negócio conhecido pelos seus potenciais clientes. Além disso, você se beneficiará com as campanhas e investimentos em marketing que a franqueadora fizer para atrair mais clientes e aumentar as vendas.

Ganho de escala com a rede de franchising e franquia

Ser dono de uma franquia quer dizer que você participa de uma rede junto com a franqueadora e os demais franqueados. Isso faz com que em uma negociação com fornecedores, como vocês representam várias unidades, consigam preços e condições melhores, garantindo, assim, a economia de escala e elevando os lucros.

Suporte da franqueadora

Para quem nunca empreendeu, talvez essa seja uma das grandes vantagens. As franqueadoras possuem processos e planos de negócio bem estabelecidos. Elas fornecem treinamentos e capacitações ao empreendedor e aos seus funcionários, ajudam na prospecção dos clientes e oferecem suporte de marketing para criação de material para divulgação.

Além disso, oferecem software de gestão desenvolvido de acordo com a necessidade do negócio. Outra vantagem é a possibilidade de troca de conhecimento entre os franqueados, o que permite o desenvolvimento mais sustentável do negócio como um todo. 

Expansão mais rápida

Esse know-how vindo das unidades franqueadoras permite uma expansão mais rápida das franquias no mercado. Diferentemente do negócio próprio, em que é preciso testar a aderência do mercado ao negócio, a franquia já tem isso como vantagem.

Consequentemente, o retorno sobre o investimento costuma acontecer de maneira mais fluida e sustentável, visto que há todo um suporte por trás do negócio. 

Diferenças entre franquia, revenda e licenciamento

A franquia é um negócio que funciona como uma licença para usar uma marca. Nesse caso, a franqueadora, que dispõe dos direitos da marca, concede uma autorização para que pessoas, conhecidas como franqueadas, possam desenvolver negócios utilizando a marca.

Já o licenciamento é uma modalidade de contrato que prevê que a empresa ceda ao licenciado o direito de usar a sua marca, bem como produtos e serviços. O licenciante obtém lucro por meio do pagamento de royalties. A diferença para a franquia é que o licenciamento tem uma série de alinhamentos internos e externos que precisam ser seguidos pela franqueadora, além de oferecer um suporte, bem como treinamentos mais aprofundados.

A revenda, por sua vez, é mais abrangente que a franquia e o licenciamento. É basicamente o processo de compra de um distribuidor e venda para os clientes. Existe, sim, suporte da marca, mas ela não se responsabiliza pelos conteúdos do revendedor. O lucro também costuma ser fixado, sendo necessário um investimento inicial do revendedor.

O que são as microfranquias 

As microfranquias se diferenciam das franquias em duas frentes: o porte e o custo para o empreendedor — sendo que as micro costumam apresentar um valor de investimento mais modesto em relação às franquias convencionais. 

Logo, para que uma franquia seja considerada micro, é necessário que ela possua valor de investimento de até R$ 90 mil. Uma de suas maiores vantagens, além do baixo valor de investimento, é que muitas vezes apenas uma pessoa é necessária para começar o negócio. 

Tipos de franquia mais vantajosos

Existem diferentes tipos de franquias vantajosas no mercado. O que diferencia uma das outras é, principalmente, o retorno do investimento mais rápido e também as possibilidades de crescimento do negócio. 

Alguns setores estão em franca expansão, sobretudo devido às novas demandas do mercado consumidor. São eles: de alimentação saudável, centros esportivos, estética e escolas de idiomas. Aliás, destacando esse último, vale lembrar que as exigências das empresas quanto ao conhecimento de uma segunda língua é o básico para concorrer a uma vaga na atualidade e também para impulsionar a carreira

Ou seja, ter uma franquia de idiomas é uma aposta bastante certeira devido a essa necessidade do mercado de profissionais cada vez mais qualificados dentro das organizações. 

Como você viu, há muitas vantagens ao entrar no setor de franchising e ser o dono de uma franquia. O mais importante é saber que, tendo todo o apoio necessário, você já sai na frente de quem está começando agora, pois conta com todo o know-how de quem já está no mercado e validou seu modelo de negócio.

Para escolher aquela que tem mais a ver com o seu perfil, busque por aqueles negócios com o investimento inicial dentro do que você está disposto a investir e que tenham a ver com expertises que você já tem ou que sejam de seu interesse pessoal. Afinal, trabalhar com o que gostamos faz com que tenhamos mais prazer para nos dedicarmos ao negócio e fazer com que ele cresça e se desenvolva.

Gostou deste conteúdo sobre franchising? Quer aprender o que é preciso fazer para abrir uma franquia? Baixe o nosso e-book sobre os caminhos para adquirir uma franquia!