Conciliar os estudos e o trabalho pode ser cansativo, principalmente se você ainda tiver interesse em praticar inglês ou outros idiomas para avançar na carreira profissional ou acadêmica. Nem sempre é possível separar uma ou duas horas diárias para se debruçar sobre a língua estrangeira e essa falta de tempo pode produzir a sensação de nunca progredir no inglês.

Mas, na correria do dia a dia, o seu tempo pode ser melhor aproveitado se você optar por algumas estratégias que incentivem o exercício do idioma de forma corriqueira.

Afinal, entre um compromisso e outro, ou mesmo nos pequenos detalhes do cotidiano, o inglês pode estar presente, possibilitando que a ampliação do vocabulário, a compreensão da língua e a pronúncia possam evoluir de forma mais orgânica.

Está curioso para saber como adaptar sua rotina corrida ao aprimoramento da língua estrangeira? Confira agora algumas dicas de como praticar inglês dentro dos seus limites de tempo.

Procure praticar inglês a todo momento

Para você não deixar o inglês para o próximo semestre, simplesmente porque não possui muito tempo livre, utilizar o horário de trabalho ou de deslocamento para aprender pode ser fundamental para seu crescimento profissional. E é possível fazê-lo sem que suas demandas no emprego ou dentro de casa sejam prejudicadas.

Isso porque aprender inglês requer que você insira a nova língua em mais espaços do que simplesmente na escola de idiomas. Afinal, você deseja que sua fluência seja a mais próxima possível da nativa, para que em viagens profissionais ou intercâmbios acadêmicos você possa se comunicar bem e de uma forma natural.

Portanto, uma atitude importante de quem deseja obter uma proficiência na língua é adaptar o idioma às situações comuns do dia a dia. Veja algumas formas de colocar em prática:

Altere as configurações dos seus aparelhos digitais

No Brasil é comum o uso de muitas palavras em inglês sem que a gente se dê conta, como “shampoo”, “smartphone” ou mesmo “mouse”. Para ir além desse conhecimento básico, mas reconhecendo o nome de outros objetos ou situações em outra língua, uma das saídas é alterar as configurações de idioma dos aparatos tecnológicos utilizados ao longo do dia.

No trabalho ou em casa, além dos recursos próprios dos computadores, os programas utilizados (Microsoft Office, Adobe, Google Agenda, entre outros) também podem ser configurados para o inglês. O mesmo pode ser feito para o celular, inclusive com os aplicativos baixados.

Assim, caso você não reconheça uma palavra ou frase, poderá rapidamente buscar sinônimos ou sua tradução online, para auxiliá-lo na fixação de determinada funcionalidade ou comando.

Busque notícias em sites de língua inglesa

Transformar aquele momento de atualização a respeito do que ocorre no mundo é outra maneira de obter vocabulário e também de ampliar a compreensão do idioma.

No trabalho, ao ler reportagens ou textos informativos de blogs, procure acessar conteúdos em inglês. Além de agregarem ao desenvolvimento pessoal, por apresentarem conteúdo diversificado do encontrado no Brasil, possibilitam o desenvolvimento de uma compreensão integrada do idioma e também da cultura no exterior.

Se o seu trajeto ao trabalho for por meio de transporte coletivo, você pode aproveitar esse tempo para se debruçar sobre um livro ou mesmo uma revista. Ler conteúdos como esses promove assimilação. tanto da forma culta como da coloquial do inglês, tornando mais fácil a adaptação da comunicação para a exigência de cada ambiente.

Procure ler em voz alta

Seja qualquer um desses conteúdos — teóricos ou informativos, específicos ou generalizados —, procure realizar uma parte de suas leituras pronunciando as palavras em alto e bom som. Ao escutar sua pronúncia, você pode identificar os pontos de dificuldades na dicção, além daquelas palavras cuja entonação você desconhece.

Essa é uma forma bastante eficaz de perder o medo de se expressar em inglês. Em caso de timidez, ainda é possível recorrer a essa técnica durante os horários de almoço, em locais reservados, ou mesmo durante as leituras que precedem a hora de dormir.

Altere as legendas de vídeos e filmes

Se você consome conteúdos em vídeos tanto no horário de trabalho como nas horas de lazer, uma estratégia para treinar a gramática, a compreensão oral e também a leitura é alterar a configuração de legenda.

No caso de vídeos de entretenimento e filmes, fica muito mais fácil entender as gírias e as expressões coloquiais. No caso de documentários ou outros vídeos educativos, é possível absorver tanto a forma visual quanto a pronúncia daquele léxico específico, utilizado em situações própria, como os termos relacionados a marketing ou aos negócios.

Treine seu ouvido com podcasts e rádios-web

Seja para quem usa transporte coletivo ou para quem dirige até o trabalho, recorrer aos recursos de áudio é uma forma simples e prática de absorver o idioma. Hoje existem diversos sites que disponibilizam podcasts sobre assuntos específicos ou mesmo generalizados.

Além deles, outros aplicativos fornecem acesso a inúmeras rádios-web espalhadas pelo mundo que se dedicam apenas a conteúdos falados, sem músicas. Basta optar por conteúdos que sejam produzidos em inglês e pronto, já está treinando o listening. Caso o nível de compreensão não seja avançado, basta anotar aquelas expressões e palavras incompreendidas para procurar sua aplicação e significado posteriormente.

Organize seus compromissos em inglês

Suas tarefas diárias também podem ser versadas para o inglês. No momento de inserir algo na agenda ou de programar compromissos, recorra ao idioma. Se sobrar algum tempo, é interessante discorrer brevemente a respeito de tal compromisso, para utilizar o maior número de palavras em inglês possível.

Por exemplo: “Monday, January 12, I have to go to an doctor’s appointment at 8h30. The doctor’s office is located at X street. Then I’ll go to work to a meeting with my colleagues in Marketing at 10h30” etc. Isso também permite fixar a gramática, além de palavras específicas voltadas ao planejamento, como os dias da semana.

Dessa maneira, praticar inglês se torna mais acessível e sua fixação passa a ser mais natural e tranquila. Para ter acesso a outras dicas que auxiliem você no aprendizado de um novo idioma, assine nossa newsletter e não perca os novos conteúdos!