No caminho para alcançar o sucesso e construir uma vida com equilíbrio e independência, conquistar a liberdade financeira se mostra como uma das tarefas principais. Mesmo que se possa crer que o dinheiro em si não seja o responsável pela felicidade, proporcionar uma vida de conforto e segurança para si mesmo e os familiares requer melhores ganhos financeiros.

Afinal, uma melhor qualidade de vida envolve desde a possibilidade de consumir produtos de mais qualidade até a capacidade de adquirir bens duráveis sem se endividar.

Contudo, além do sucesso profissional, outros objetivos, como maior autonomia, facilidade de acesso ao local de trabalho e flexibilidade na agenda, também se mostram importantes na busca pela realização pessoal.

São fatores que fazem a opção de se tornar um franqueado ser muito mais vantajosa e atrativa do que, por exemplo, batalhar pela progressão de uma carreira no ramo executivo, que pode levar mais tempo e resultar em menores benefícios financeiros.

Neste post, separamos informações relevantes para que você saiba como abrir uma franquia pode te levar a alcançar mais facilmente sua independência econômica, impactando positivamente em sua vida profissional. Confira!

Impactos da liberdade financeira

Apesar de muito se falar em independência e autonomia financeira, a ideia por trás do conceito pode ser diferente para cada pessoa. De fato, a liberdade financeira pode ser atingida em diferentes etapas, iniciando logo na primeira obtenção de uma fonte de renda que poderá financiar as contas básicas de sobrevivência.

Entretanto, quando se trata do sonho de adquirir essa independência, o conceito se refere a alcançar uma renda mensal e permanente que permita um fluxo financeiro para manter a vida com qualidade e por tempo indeterminado. Ou seja, que, com o passar dos anos, essa fonte continue gerando dinheiro o suficiente para financiar o padrão de vida almejado mesmo durante a aposentadoria, por exemplo.

Nesse caso, um dos maiores desafios para quem busca alcançar esse patamar de equilíbrio entre despesa e receita é realmente conseguir obter uma fonte de renda que impacte na provisão das diversas necessidades sem a manutenção ou criação de novas dívidas com o passar dos anos.

E devido a esse desafio, o sonho da liberdade financeira deve ser construído pouco a pouco durante a vida profissional, se tornando, de fato, um estilo de vida muito mais do que um propósito.

São importantes o planejamento e as considerações corretas a respeito das escolhas financeiras na construção da carreira, dia a dia, para que a possibilidade de uma vida sem dependências financeiras seja concretizada.

Construção da independência como franqueado

Com esse objetivo definido, é imprescindível que aqueles que o almejam passem a fazer escolhas profissionais condizentes e que gerem impactos positivos no saldo final, muitas vezes sendo necessária a reinvenção da carreira.

Isso porque a independência financeira implica naturalmente não ser dependente de um emprego ou de um salário mensal para manter o padrão de vida, já que esses aspectos são imprevisíveis e estão somente nas mãos do empregador.

Ou seja, não será possível conquistar a liberdade financeira a longo prazo quando seu futuro depende da decisão de outras pessoas, de uma aposentadoria incerta, ou está vinculado a uma fonte de renda que não tende a aumentar exponencialmente com o tempo.

As franquias e o empreendedorismo, por outro lado, abrem outras oportunidades para que o acúmulo de patrimônio seja possível. Em microfranquias, por exemplo, os lucros são vinculados apenas àqueles que investem no negócio, também podendo ser provisionado e mensurado com base em estratégias assertivas de gestão.

Além disso, a construção da autonomia econômica reflete em diversos outros benefícios a curto prazo, que dificilmente são alcançados apenas com a progressão de carreira, por exemplo. Veja alguns:

Dedicar-se ao que acredita e tem afinidade

A insatisfação com a carreira é algo comum para pessoas que estão em busca do sucesso. Isso porque, diferentemente de décadas atrás, em que manter um emprego era crucial, os profissionais do século XXI têm buscado atuar em ramos e cargos que reconheçam seu valor e impactem positivamente no produto ou serviço entregue ao consumidor final.

Entretanto, a construção da independência financeira permite que uma pessoa insatisfeita com seu cargo possa, além de abandonar uma vida que não gera felicidade, investir energia e dedicação àquilo que lhe trará retornos além do financeiro.

Um professor de inglês, por exemplo, que esteja descontente com as possibilidades que sua carreira lhe oferece, pode encontrar mais prazer ao investir em uma franquia de idiomas. Além de possuir o know-how e a afinidade com seu público, encontra um rico mercado em expansão e pode recorrer a menores investimentos iniciais, condizentes com sua renda atual.

Ganhar tempo para desfrutar a vida

Pessoas que buscam uma boa qualidade de vida também sabem que a independência financeira é apenas um meio para que se possa desfrutar das companhias e dos prazeres da vida de uma forma confortável, tranquila e segura.

Isso implica consideravelmente ter tempo disponível para dedicar-se a outras atividades, como estudos, hobbies, família, viagens, entre outros. Investir em um novo negócio, além de causar impactos positivos numa progressiva liberdade financeira, reflete em uma independência para administrar os próprios compromissos.

No caso de quem gerencia uma microfranquia, ainda há outro benefício. Mais que contar com apoio do franqueador, que está respaldado pela Lei da Franquia, é favorecido pela marca já construída, encurtando o tempo para que ela seja rentável.

Isso quer dizer que, durante o início do negócio, ainda que seja necessária uma grande dedicação para alavancar o novo investimento, o suporte do franqueador permite que o franqueado obtenha retornos se comparado a um empreendimento iniciado do zero. A médio prazo, isso pode resultar até na antecipação da independência financeira.

Empregar outras pessoas

Ao investir para conquistar a liberdade financeira, o profissional também conquista a capacidade de tornar-se chefe. Para quem tem boa capacidade de liderança e já atuou em cargos de chefia, se tornar um franqueado reúne o útil ao agradável. Aqueles que não se aventuraram nessa experiência encontram um desafio positivo para desenvolverem-se pessoal e profissionalmente.

Dedicando tempo àquilo que lhe traz retornos, também consegue impactar a vida de outras pessoas, gerando diversos outros postos de emprego. O investimento inicial se mostra muito mais vantajoso e promissor socialmente do que, por exemplo, planejar a independência financeira a partir da aquisição de imóveis para que se tornem fontes de rendas futuras.

Por meio das franquias, a conquista da liberdade financeira se torna uma possibilidade muito mais viável e com diversos efeitos colaterais para a construção de uma vida de melhor qualidade. Agora que você conheceu todos esses benefícios, entre em contato com a gente e descubra como se tornar um franqueado da Top English.